Pequeno Eu

Pequeno Eu é um jogo que tem os objetivos de reforçar e expandir o conhecimento do aluno sobre as partes do corpo humano, com seus órgãos, ossos e músculos. O jogo possui dois modos de uso: Explorar e Jogar.

O modo Explorar destina-se a apresentação do corpo humano de maneira informativa, onde o aluno e o professor podem interagir livremente pelas partes do corpo, colhendo informações específicas.

No modo Jogar, o aluno é desafiado a encaixar cada parte do corpo humano no seu local correto, através de uma moderna máquina. Neste ato, os alunos relacionam as partes com a sua posição no corpo humano, além de associarem a imagem com o nome da parte relacionada.

O jogo inclui os sistemas esquelético, orgânico e muscular.

Indicado para:
Idiomas disponíveis:

Habilidades de Aprendizado

  • Atenção e Concentração
  • Conhecimento Sobre Ossos, Músculos e Órgãos do Corpo Humano
  • Pensamento: observação, análise e sintetização
  • Relações entre imagem e posição no tabuleiro
  • Socialização
Jogo exclusivo:
Desenvolvido por:
Clique e cadastre-se em nosso
programa de desenvolvimento
Traga seu jogo para a PlayTable!

Se você é desenvolvedor de jogos e gostaria de mudar a realidade do ensino, traga o seu jogo para o maior plataforma educacional do Brasil.

Blog: Aprender Brincando

Veja outros posts em nosso blog!
Jogos eletrônicos: aliados ou não do desenvolvimento infantil?

Jogos eletrônicos: aliados ou não do desenvolvimento infantil?

Falamos muito sobre como a educação precisa, desde cedo, fomentar a capacidade de criação das crianças. Afinal, o mundo tem mudado rápido e a...

A importância da Psicopedagogia e da Ludopedagogia

A importância da Psicopedagogia e da Ludopedagogia

Segundo dados apresentados no 7º Congresso Aprender Criança Games, mídias e o cérebro infantil: novos desafios para a educação, cerca de 80%...

Tecnologia que socializa: como a PlayTable estimula a interação?

Tecnologia que socializa: como a PlayTable estimula a interação?

A tecnologia avança em velocidade constante e, como não poderia deixar de ser, as crianças estão inseridas neste meio. Smartphones,...