Debaixo dos Corais

Os peixinhos gostam de se esconder dentro dos corais e os aventureiros terão que prestar muita atenção para saber quantos peixinhos estão escondidos. Este é o desafio central do jogo debaixo dos corais. A cada rodada, novos peixinhos entram e outros peixinhos saem. É um divertido exercício de alfabetização matemática.

Debaixo dos Corais trabalha os conceitos de sequenciação e seriação, de uma maneira lúdica e dinâmica. Para completar o desafio, as crianças terão 10 rodadas para contar os peixinhos. A cada acerto a pontuação vai crescendo, com muitos bônus pelo caminho. O movimento dos peixes é sempre aleatório e podem brincar até 4 crianças ao mesmo tempo.

Indicado para:
Idiomas disponíveis:

Habilidades de Aprendizado

  • Atenção e concentração
  • Identificação e associação
  • Lógica de programação e algoritmo
  • Observação, comparação, análise e sintetização
  • Percepção espacial e lateralidade
  • Socialização
Desenvolvido por:
Clique e cadastre-se em nosso
programa de desenvolvimento
Traga seu jogo para a PlayTable!

Se você é desenvolvedor de jogos e gostaria de mudar a realidade do ensino, traga o seu jogo para o maior plataforma educacional do Brasil.

Blog: Aprender Brincando

Veja outros posts em nosso blog!
Como escolher um brinquedo sem influência da publicidade infantil

Como escolher um brinquedo sem influência da publicidade infantil

A publicidade infantil é um tema que gera intensas discussões no mundo inteiro. Em setembro deste ano o Youtube foi multado em 170 milhões de...

BNCC na prática: Os benefícios pedagógicos da brincadeira

BNCC na prática: Os benefícios pedagógicos da brincadeira

Tudo o que fazemos por aqui tem um único objetivo: tornar o processo de aprendizagem mais divertido, mais interativo e mais significativo para as...

BNCC na prática: como as escolas de Fraiburgo trabalham brincadeira e tecnologia

BNCC na prática: como as escolas de Fraiburgo trabalham brincadeira e tecnologia

Fraiburgo fica no oeste de Santa Catarina e possui 36 mil habitantes. Também é conhecida como “terra da maçã”, o que por si só já poderia...