Tecnologia que socializa: como a PlayTable estimula a interação?

A tecnologia avança em velocidade constante e, como não poderia deixar de ser, as crianças estão inseridas neste meio.

Smartphones, computadores, tablets e vídeo games, tem influenciado o seu dia a dia e suas vidas escolar e social. Cada vez mais escolas proporcionam o acesso às novas tecnologias como uma continuidade do conhecimento adquirido em classe. As salas de aula, há algum tempo, já vão além da lousa, giz, caderno e lápis, tendo muitos itens tecnológicos presentes. E a tecnologia passa a ter um papel importante na consolidação do processo de socialização, ajudando, as crianças a concluírem pensamentos e ideias, e construírem seu o próprio conhecimento. Todo este processo reflete na forma como as crianças e adolescentes aprendem a se comunicar.  

Afinal, o ambiente escolar é decisivo para o desenvolvimento cognitivo e social, pois na aquisição de modelos de aprendizagem, a criança constrói sua identidade, seu sentimento de pertencimento ao mundo e princípios éticos e morais que a nortearão. O convívio em sala de aula e com familiares é a maior base do aprendizado e nunca deve ser deixado de lado.

Mas com as possibilidades da tecnologia para o conhecimento, eis que surge o dilema. Como aliar tecnologia e socialização uma vez que as ferramentas digitais podem tanto alienar, quanto aproximar as pessoas?

Estimulando a socialização

As crianças precisam, sobretudo, ter consciência de que a tecnologia é, sim, um instrumento de aprendizagem e socialização, que não substituem o contato humano, a presença física e nem as relações e conversas ao vivo.

Pensando nisso, a PlayTable foi desenvolvida para ser mais do que uma ferramenta tecnológica para desenvolvimento das habilidades cognitivas, de coordenação motora e de assuntos específicos, como alfabetização, matemática, ciências, artes ou história.

Ao permitir que até 6 crianças joguem juntas, a PlayTable se torna uma excelente opção para estimular a interação dos alunos e proporcionar uma melhor compreensão de organização da sociedade. As crianças são fisgadas e atraídas por elementos tecnológicos que produzem novas formas de brincar e de lidar com o lúdico, enquanto interagem e se organizam para trabalhar em conjunto.


5 passos para implementar práticas pedagógicas através de jogos

De forma prática, podemos exemplificar este cenário por meio do jogo Coelhos Construtores. Nele, até 4 crianças jogam simultaneamente para ajudar Irara, animal da mesma família das doninhas, a levar alimentos e ferramentas até a cidade, passando por estradas cheias de buracos e um grande precipício. Para atingir seu objetivo, ela conta com a ajuda dos Coelhos Construtores. Eles consertam as estradas e também constroem uma ponte utilizando as formas geométricas disponíveis. Assim as crianças desenvolvem habilidades de atenção e concentração, bem como observação, análise e síntese.

É uma excelente maneira de utilizar novidades e tecnologia no dia a dia escolar,  otimizando a aprendizagem e a sociabilização das crianças, fator essencial para o desenvolvimento humano e para que elas possam compreender os avanços da sociedade, o crescimento acentuado de informações e novos arranjos familiares.

Para saber mais sobre os jogos da PlayTable e suas possibilidades, clique aqui!

Cristiano Sieves

Especialista em Ludopedagogia

Especialista em Ludopedagogia para Educação Infantil e anos iniciais e autor de livros infantis, tem mais de 10 anos de experiência desenvolvendo jogos e games na área de Educação. Atualmente é Gerente de Marketing e Produtos na Playmove.