Blog Aprender Brincando Blog Aprender Brincando
22 mai

Ludopedagogia e criatividade: como a prática de aprender brincando melhora o desempenho das crianças?

Novidades da Playmove educ-playtable-amarela-memoria2

A ludicidade está presente no dia a dia das crianças desde seus primeiros passos. Acompanha o desenvolvimento e crescimento delas e é uma importante área para o desenvolvimento de habilidade e de aprendizagem. Brincar é importante, não há dúvidas.

O estudo Valor do Brincar Livre, realizado no último ano pela Unilever em 10 países, incluindo o Brasil, com mais de 12 mil pais, por exemplo, mostra que a maioria deles reconhece a ludicidade como essencial para a rotina dos filhos. Dos entrevistados, 98% dos pais usam o brincar para ajudar as crianças a alcançarem seu potencial pleno, e 99% para ajudar no aprendizado de seus filhos.

Se em casa já é tão clara a importância do brincar para o desenvolvimento infantil, porque não trazer essa prática cada vez mais intensamente para a sala de aula? Além de auxiliar no desenvolvimento da autonomia, reflexão e criatividade, brincar, quando aplicado nos estudos, facilita a absorção do conhecimento aplicado.

Pensadores como Paulo Freire, Minestrina e Beyer já destacaram em suas obras a importância da ludicidade e hoje destacamos aqui no blog algumas das vantagens desse conceito em sala de aula. Veja:

- Criança mais atenta: quem é professor sabe que manter as crianças interessadas é um grande desafio. Nas séries iniciais, toda a rotina de estudos é uma grande novidade. Se antes ele precisava apenas brincar, agora o aluno começa a ganhar responsabilidades. Unindo o lúdico e o conhecimento, o professor atrai a atenção da turma por mais tempo e consegue aplicar de forma diferenciada o conteúdo. Jogos, contação de histórias e oficinas para criação de alguma ferramenta auxiliam na rotina em sala de aula. Os pesquisadores apontam que entre 2 e 7 anos, a simbologia é um aspecto presente no desenvolvimento das crianças. Por isso, o uso de fantoches e jogos pedagógicos são ferramentas importantes.

- Criatividade em alta: além do desenvolvimento motor, jogos educativos e dinâmicas utilizados pelos educadores apoiam o pensamento criativo dos alunos. Para que possam absorver o conteúdo apresentado no cronograma escolar, o professor pode aplicar esse tipo de atividade.

- Inclusão no ambiente escolar: instituições que tenham a educação regular alunos com necessidade especiais precisam criar um roteiro para que eles possam se sentir incluídos no ambiente e acompanhar o desenvolvimento da classe. Foi com este intuito que os games da PlayTable foram desenvolvidos, e são uma ótima opção para que educares promovam a inclusão. Muitas opções podem ser jogadas por mais de um aluno, com graus de dificuldade definidos de acordo com o perfil de cada estudante. As crianças aprendem a dividir e se ajudarem para um resultado comum.

Como a tecnologia contribui para práticas escolares mais eficientes

Comentários

Receba as nossas novidades

a gente promete só enviar notícias legais! ;)