Blog Aprender Brincando Blog Aprender Brincando
11 jun

Leitura divertida: abordagens para incentivar o hábito entre as crianças

Boas práticas ludopedagógicas Img-para-o-blog

Conhecer o mundo ao seu redor, estimular o pensamento crítico, ampliar o vocabulário, estimular a criatividade, desenvolver a concentração. Não há como negar: os benefícios da leitura para a vida de crianças e adultos são inúmeros. No entanto, esse hábito ainda não faz parte da rotina da maioria dos brasileiros.

De acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada em 2016, 44% da população do país não lê e 30% nunca comprou um livro. Já um relatório do Banco Mundial feito no último ano mostra que 125 milhões de crianças no mundo não adquiriram conceitos básicos de leitura. No Brasil, a situação também é preocupante: apesar de haver uma lenta evolução, devemos levar 260 anos para chegar ao nível de leitura de países desenvolvidos.

Os dados alarmantes reforçam a importância de se cultivar este hábito. A escola, especialmente nas séries iniciais, quando o gosto pelos livros começa a se formar habitualmente, tem um papel essencial.

Uma dica para começar a estimular os pequenos é a contação de histórias. Ela deve começar ainda na educação infantil, antes mesmo do ensino fundamental. Com tons variáveis na narração, gestos, cores e desenhos atrativos, a combinação professor + livro estimula a criatividade das crianças. Elas passam a associar a leitura com a descoberta de histórias interessantes, novos conhecimentos e ampliarão o interesse por novas obras. Os benefícios da leitura são inúmeros:

  • Ajuda a aflorar a sensibilidade das crianças e a melhorar a comunicação delas com a comunidade em que estão inseridas
  • O exercício da leitura ajuda no desenvolvimento do raciocínio lógico e na formação da compreensão de mundo
  • Ler faz com que a criança amplie seu vocabulário e ainda ajuda a estimular a imaginação
  • Leitura em família significa aproximação de laços e criação de um canal de contato importante entre pais e filhos.

Para escolas que já adotam a PlayTable, a contação de histórias pode ser repaginada através do aplicativo dedicado a esta tarefa.

A criança pode inclusive, desbravar sozinha novos exemplares. Isso porque os livros digitais contam com narração própria, feita pelos próprios autores das histórias. Trazem opção de caixa alta e baixa, trilha sonora especial e outros efeitos pensados para tornar o momento atrativo. As palavras com entonação diferente também ganham destaque, bem como os desenhos. E há ainda as opções em Libras, que unem ainda a tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais.

Se ler para uma criança é o primeiro passo para incentivá-la neste hábito, ser exemplo é tão importante quanto. Por isso, inserir a família no contexto traz muitos ganhos ao processo. Uma ação interessante neste sentido é inserir deveres de casa que motivem os pais e lerem com os filhos. Isso pode ser feito através do envio de exemplares para ficar com o aluno durante o fim de semana, por exemplo.

Incentivar a criança a criar suas próprias histórias a auxiliará a tomar gosto pela leitura. Essa prática também estimula a criatividade e a expansão do vocabulário, além de auxiliar o aluno a se expressar. Para inspiração, leve a turma à biblioteca e garanta acesso frequente aos livros, além de também apostar em diferentes gêneros literários.

Quer saber mais sobre as opções que a PlayTable traz para aplicar o incentivo à leitura em sala de aula. Acesse aqui nosso portfólio.

 

Comentários

Receba as nossas novidades

a gente promete só enviar notícias legais! ;)