Espaço Infantil: como usar a ludopedagogia para o entretenimento

Quem tem filhos pequenos está sempre em busca de ambientes preparados para receber e divertir as crianças. Além de oferecer mais comodidade e tranquilidade às famílias, espaços de entretenimento infantil também podem contribuir para o desenvolvimento dos pequenos visitantes. Enquanto brincam, as crianças também aprendem, seja por meio da interação, da ludicidade ou de ferramentas inovadoras.

A Turma da Mônica faz um trabalho fantástico para integrar todas as crianças na brincadeira, seja nos gibis ou nos parques educativos. Entre as atrações da Estação Turma da Mônica de Goiânia, Olinda e Rio de Janeiro, a PlayTable garante atividades educativas de entretenimento para encantar e promover acessibilidade aos pequenos no cenário "Pé de Diversão".

Outro exemplo é a Expo Parques e Festas, que reúne anualmente fornecedores latino-americanos de brinquedos, jogos eletrônicos, playgrounds, infláveis e outros equipamentos para o entretenimento das crianças, como o espaço infantil. A PlayTable é um dos grandes destaques da feira.

Ludopedagogia em grandes e pequenos Espaços Kids

Gran Steak (SP) - O restaurante Gran Steak aposta no espaço infantil como um diferencial competitivo para se destacar no seu segmento gastronômico. Situada em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, a churrascaria criou um ambiente adequado à recreação e aprendizado para os filhos dos clientes.

O sócio-proprietário do restaurante, Luiz Cutti Junior, conta que criar um espaço kids apenas com equipamentos educativos vai contribuir para o desenvolvimento cognitivo das crianças. O espaço infantil da churrascaria Gran Steak conta com a mesa digital PlayTable, recursos do método Montessori, teatro de bonecos, entre outras ferramentas.

A estimativa é que essa área de lazer e entretenimento receba cerca de 50 crianças por semana e o restaurante já identificou que as reservas de mesa próximo ao espaço infantil é superior às demais no ambiente. Um dos diferenciais da mesa digital é a possibilidade do uso coletivo, pois os jogos e aplicativos foram desenvolvidos para que as crianças brinquem tanto sozinhas, como em equipes. A brincandeira é a linguagem universal das crianças e pode ser usada para ensinar muito aos pequenos.

(foto: divulgação Gran Strak)

Café Capri (RJ) - O Café Capri do Brasil, no Rio de Janeiro, transformou totalmente seu ambiente com a aquisição da PlayTable Nova Geração. Mesmo com pouco espaço disponível, não há dúvidas sobre a preocupação em acolher as crianças e proporcionar atividades de qualidade.

(foto: divulgação Café Capri)

O espaço infantil também precisa ser inclusivo!

No Brasil já existe uma Lei Federal que orienta os parques com espaço infantil a adaptarem ao menos 5% dos brinquedos para o uso de crianças com deficiência ou mobilidade reduzida. Em São Paulo, a Lei 13.397 orienta que todas as áreas destinadas ao lazer infantil promovam a inclusão. A mesa digital desponta como uma alternativa eficiente também para esse público, pois pode ser usada por crianças de várias faixas etárias e com deficiência motora ou psíquica.

A PlayTable foi desenvolvida com base na ludopedagogia, um método que faz a diversão e o aprendizado andarem juntos. Os conteúdos dos jogos e aplicativos são selecionados por uma equipe multidisciplinar de especialistas em diversas áreas do conhecimento. Com um design moderno, material resistente, fácil de instalar e limpar, a PlayTable já está em mais de mil estabelecimentos em todas as regiões do país. 

Você já pensou em criar um espaço infantil com recursos tecnológicos no espaço infantil do seu estabelecimento comercial?

Saiba mais sobre o potencial da PlayTable para o entretenimento!

Cristiano Sieves

Especialista em Ludopedagogia

Especialista em Ludopedagogia para Educação Infantil e anos iniciais e autor de livros infantis, tem mais de 10 anos de experiência desenvolvendo jogos e games na área de Educação. Atualmente é Gerente de Marketing e Produtos na Playmove.