Blog Aprender Brincando Blog Aprender Brincando
29 set

Contação de histórias: como promover um ambiente de interação e deixar as crianças atentas?

Boas práticas ludopedagógicas playtable_contacao

Um dos momentos mais divertidos e essenciais da pré-escola é a contação de histórias. É nesta atividade que os educadores apoiam a imaginação das crianças, auxiliam os pequenos na construção de narrativas consistentes e, especialmente, na formação e desenvolvimento da linguagem.

Com o passar dos anos, os livros tradicionais foram dando lugar a novas opções, com publicações mais interativas e até mesmo o uso da tecnologia. Aí fica a pergunta: como utilizar essas novidades no dia a dia da educação e otimizar a aprendizagem no momento da contação de histórias? Para saber mais a respeito, conversamos com a educadora e escritora infantil Jacqueline Schalm. Confira as dicas da profissional:

- Atrair a atenção das crianças, principalmente as menores, nem sempre é fácil. Quais são os recursos que o adulto deve usar para que esse momento não fique cansativo?

O visual sempre as atrai, pois nesta fase aprendem observando e vivenciando. Por isso os órgãos dos sentidos devem ser estimulados com recursos visuais, auditivos, táteis, olfativos e gustativos para ampliar o aprendizado.

- Na hora de escolher uma história, quais as dicas que você daria para o professor acertar e conseguir cativar as crianças?

Saber em primeiro lugar qual a idade dos ouvintes para que a história tenha um texto adequado. Contar e não apenas ler para qualquer idade é interessante, usar de gestos e expressões faciais na medida do possível. Caso seja feita a leitura do texto é preciso torná-la agradável e compreensível aos ouvintes, usando comparações ou explicações do vocabulário, se necessário. Fazer uso de músicas e ou instrumentos musicais para preparar o ambiente para o momento da história também é uma boa tática.

- Essa nova geração é super ligada em tecnologia. Na PlayTable, a ideia é aliar as histórias com a tecnologia. Como você avalia o aplicativo da nossa mesa e as vantagens que ela traz para a contação de histórias? Eu sou apoiadora desta tecnologia, pois a história ganha vida com os recursos empregados, como sons e movimentos, deixando um elemento surpresa a cada parte. A criança poderá ouvir a narração ou realizar a leitura sozinha. As imagens são parte enriquecedora do texto, e em tamanho ampliado na PlayTable tornam a história muito atraente. Além disso, os livros digitais em Libras são grandes aliados na interação e socialização de crianças surdas, que se sentem parte deste momento e podem acompanhar a história.

- Ler em voz alta, mesmo para crianças que já podem ler sozinhas, tem vantagens? Quais? Sim, muitas crianças e adultos se interessam mais em ouvir. Ao ouvir ela pode viajar com seus próprios pensamentos, elaborando imagens mentais. A leitura amplia o seu vocabulário, acalma e nos ensina a ouvir/calar. Este momento é prazeroso se for ao embalo de uma voz tranquila e doce, melhor ainda.

- A linguagem é algo único, que nos torna humanos. Como a contação de história ajuda a criança a se desenvolver neste sentido?

A linguagem está presente deste o início da vida, ouvimos o mundo ao redor. Os sons nos afetam, nos embalam, nos emocionam, suscitam emoções diversas. A comunicação através da linguagem nos faz seres inteligentes e relacionais. A contação de histórias pelos pais, familiares, educadores e amigos, tanto oral quanto visual, é uma ferramenta no aprendizado da língua materna, das expressões de linguagem, da ampliação do vocabulário, da função social da linguagem.

Sobre a profissional: Jacqueline Schalm- Arte Educadora, Idealizadora e Apresentadora do Programa Infantil de TV no período de seis anos em TV Fechada e Aberta/ SBT em Santa Catarina. Escritora na área infantil, Contadora de Histórias com formação pelo SESC e cursos de formação de promotores de leitura. Educadora voluntária em projetos transculturais nos países de Moçambique e Peru.

 

Comentários

Receba as nossas novidades

a gente promete só enviar notícias legais! ;)