Blog Aprender Brincando Blog Aprender Brincando
11 jun

5 ferramentas para estimular a coordenação motora no ensino infantil

Tecnologias ludopedagógicas

Quando uma criança realiza tarefas como segurar objetos, empurrar ou carregar coisas não está apenas executando uma atividade. Neste ato, ela está desenvolvendo e operando várias funções motoras que serão fundamentais para toda a sua vida. Por isso, é necessário dar oportunidades de aprendizado às crianças para que elas possam desenvolver a coordenação motora grossa (responsável pelo movimento de grandes músculos) e fina (responsável pelo movimento dos pequenos músculos).

Ao contrário do que parece, tarefas como segurar objetos, empurrar ou carregar coisas precisam ser ensinadas e treinadas quando somos crianças para que mente e corpo consigam realizar as atividades necessárias para a nossa socialização. Para isso, é necessário desenvolver a coordenação motora grossa (responsável pelo movimento de grandes músculos) e fina (responsável pelo movimento dos pequenos músculos).

Nesse post, vamos falar de ferramentas específicas para trabalhar a coordenação motora fina, ou seja, aquela que permite coordenar os movimentos de pequenos músculos, como lábios, mãos e olhos. Ferramentas analógicas e digitais são úteis para desenvolver esse tipo de coordenação nas crianças.

1) Quebra-cabeça

Esse tipo de jogo, além de ser divertido e estimular a colaboração entre as crianças, ajuda a desenvolver a coordenação motora fina. Isso porque exige firmeza nas mãos, principalmente se as peças forem pequenas, e articulação entre os movimentos das mãos e dos olhos, que precisam trabalhar juntos para encontrar e montar a peça certa.

2) Tijolinhos de brinquedo

Assim como os quebra-cabeças, os jogos do tipo blocos de construção permitem que a criança exercite a coordenação motora. Também são importantes instrumentos de estimulação cognitiva e sensorial, por conta das formas das peças e das cores.

3) Rastreamento

Com o lápis de cor, o professor pode dar execícios de rastreamento. É uma técnica simples em que a criança contorna um desenho tracejado ou uma letra, com cores diferentes. Quando o exercício é dado com letras e números, auxilia no desenvolvimento das habilidades de escrita.

4) Jogos de labirinto

Os labirintos impressos em papel ou em telas digitais são ótimos exercícios para mãos e olhos. Ele também são ferramentas interessantes para desenvolver o senso de lógica, planejamento e organização.

5) Mesas digitais

Mesas digitais educativas, como a Playtable, permitem desenvolver exercícios de coordenação motora semelhantes aos citados acima, mas de forma colaborativa e com uma interação muito semelhante à dos tablets, aos quais a maioria das crianças está acostumada.

A vantagem é que, enquanto a escola não tem controle sobre o conteúdo que está sendo acessado via tablet, com a mesa é possível que os professores consigam direcionar pedagogicamente a brincadeira da crianças, de forma coletiva.

Se você tem experiências alternativas no desenvolvimento de coordenação motora na sua escola, compartilhe conosco.

Comentários

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

Receba as nossas novidades

a gente promete só enviar notícias legais! ;)